Preparo das superfícies

As tintas são compostas de substâncias sólidas e as voláteis

Sólidos: Resinas, pigmentos; aditivos, cargas

Voláteis: Solventes que entram na formulação da tinta e diluentes adicionados no momento de aplicação.

A relação das partes não voláteis que compõem o revestimento determina o rendimento teórico das tintas, parâmetro decisivo na avaliação de custos de tintas e revestimentos.

Quando se aplica um filme molhado, ele é constituído por parte volátil (solventes) que evapora e não podemos recuperar e por outra parte – os sólidos- que permanecem formando o filme seco.

Em todos os Boletins Técnicos das tintas é informada a quantidade de sólidos por volume (%) e o rendimento teórico; A expressão que determina o rendimento teórico é a seguinte.

Rendimento teórico é igual a porcentagem de sólidos por volume vezes 10 dividido pela espessura do filme seco especificado

 

Exemplo:

  • Espessura da tinta especificada 50 micrometros
  • Sólidos por volume da tinta 60%
  • Rendimento teórico= 60 x 10 / 50 = 12 m²/ litro de tinta

Rendimento teórico x prático

O rendimento teórico, como designa o termo não leva em consideração as perdas decorrentes das condições de aplicação tais como: Rugosidade da superfície, espessura irregular de aplicação, ventos, restos em recipientes e equipamentos de aplicação (pistola, rolo, trincha), etc…

Como forma geral de considerar estas invitáveis perdas pode-se considerar um fator de perda entre 20 a 30%, podendo variar para mais ou para menos em decorrência do controle de aplicação, no exemplo acima o rendimento prático fincaria na ordem de Rt 12 m²/ litro ——à R.prático 10 a 9,2 m²/ litro

Padrão de CoresVeja o padrão de cores:

Anatin Tintas - Todos os direitos reservados. Termos de Uso | Privacidade